Sobre a autora

Luzia Kikuchi

Sou apaixonada pela área de ensino e aprendizagem e comecei a lecionar, por acaso, com 16 anos de idade em um curso de inglês, e a oportunidade acabou tornando-se uma profissão. Mas, por ter mais afinidade com as Ciências Exatas, escolhi e me formei no curso de Licenciatura em Matemática pela Universidade de São Paulo.

Insatisfeita com o modelo de ensino que foca excessivamente na memorização de conteúdos, busquei aprofundamento sobre os processos de aprendizagem e de formas criativas para ensinar. Assim, dediquei mais alguns anos na pós-graduação e obtive o título de doutora em Educação, em 2019, pela mesma universidade em que me formei. No total, são 20 anos de experiência acumulada na área de Educação e 12 anos dentro da sala de aula. Atualmente, tenho me dedicado a lecionar e palestrar em cursos livres e em projetos de extensão.

Além de lecionar, também já atuei em empresas de tecnologia formando equipes de assessoria em Educação, focada na formação e atualização de professores para o uso das tecnologias educacionais.

Ademais, sou uma entusiasta em organização e otimização do tempo no dia a dia. Nos meus tempos livres, costumo dedicar muitas horas pensando em como deixar a casa mais funcional e minimalista para a família. Adquiri tal habilidade na infância graças à minha mãe que, sabiamente, colocava desafios de organização da casa como passatempo para a filha (quem faz isso?! rs).

Também gosto de conversar com a minha fiel escudeira: Nala, a gata escaminha falante.


Nala, a gata falante.

Sobre o projeto “Como Aprender?”

Este projeto nasceu de uma vontade imensa de poder compartilhar um pouco da minha experiência e as inquietações que foram surgindo durante a minha formação como professora de Matemática e também das minhas dificuldades enfrentadas na época de estudante. Divido aqui tudo que eu aprendi nesse meio tempo, mas que eu gostaria de ter ouvido antes e não encontrei respostas satisfatórias em lugar algum.

Por ser uma pessoa eclética e curiosa por natureza, de vez em quando, você também encontrará conteúdos que não sejam necessariamente ligados à sala de aula, mas que também acho essenciais para formação do ser humano. Mas, essa parte você pode encontrar com mais facilidade nas minhas redes sociais como o Instagram e o Facebook. Te convido a me dar um “oi” por lá! Ficarei muito feliz.

Seja muito bem-vindo ou bem-vinda a este projeto e espero que eu possa te ajudar a despertar esse prazer em aprender e compartilhar o conhecimento.