Como preparar uma apresentação para congresso

Publicado em 12/11/2021 por Luzia Kikuchi

Preparar uma apresentação de congresso não é muito diferente de apresentações de seminário. Porém, um ponto que se torna crítico em eventos desse tipo é o tempo curto de apresentação que gira em torno de 10 a 15 min.

As dicas que vou apresentar aqui talvez sejam mais compatíveis para quem apresenta trabalhos da área de Educação ou similares. Outras áreas podem ter suas particularidades, mas não fogem muito desse roteiro.

Por isso, para que você consiga transmitir suas ideias de forma eficiente e consistente, é importante levar em consideração algumas dicas importantes, que vou enumerar em 5 itens:

  1. Seja objetivo

Como o tempo é curto, vá direto ao ponto. Não perca tempo agradecendo ou apresentando pessoas que fizeram parte da pesquisa. Deixe essa parte para uma breve menção no arquivo que você for apresentar por Power Point ou pôster.

Caso seja bolsista de alguma agência de fomento, o mais importante é que, em algum lugar da sua apresentação ou em seu texto, seja mencionado que a pesquisa foi financiada.

A partir disso, elabore os pontos mais importantes do trabalho.

  1. Determine os pontos mais importantes do seu trabalho

Os pontos mais importantes do trabalho podem ser divididos nos seguintes tópicos:

  • Sobre o que é o trabalho

Nesse tópico você deve apresentar do que se trata o trabalho para contextualizar o público sobre o que você está apresentando.

  • Objetivo do trabalho

Você deve ser capaz de explicar em uma única frase, qual foi o objetivo principal do trabalho que está apresentando.

  • O que foi analisado e o público-alvo utilizado no trabalho

Para atingir o objetivo apresentado anteriormente, quais foram os dados que foram analisados e qual foi o público-alvo do trabalho (se houver).

  • Metodologia

Na metodologia você deve apresentar a teoria ou o método que foi utilizado para analisar os dados que foram coletados para o seu trabalho.

  • Resultados

Apresentar os resultados principais encontrados de forma resumida. Se for um trabalho em andamento, demonstre o que foi encontrado de relevante.

  • Considerações finais

Aqui deve ser apresentado quais foram as principais implicações encontradas de acordo com o trabalho desenvolvido ou o que ainda precisa ser desenvolvido, por exemplo.

  • Contato

Sempre lembre de deixar um endereço de contato seu (e-mail ou perfil de rede social) para que os interessados possam entrar em contato futuramente com você para saber mais sobre a sua pesquisa.

  • Referências

Liste as referências utilizadas no trabalho e finalize a apresentação.

  1. Escreva pouco texto nos slides

Tanto em slides quanto pôsteres, foque-se em apresentar textos sucintos e sempre evite ficar lendo o que está escrito.

Você pode seguir, mais ou menos, as seguinte estimativas de tempo para produzir os seus slide:

– 1 a 3 minutos de explicação por slide ou por tópico.

– As pessoas levam em média 1 minuto para ler um texto de 200 a 400 palavras.

– Tente fazer sentenças de no máximo 3 linhas de 10 a 15 palavras.

  1. Se tem dificuldade para falar de forma espontânea: TREINE

Nem sempre estamos acostumados a organizar as nossas ideias de forma espontânea, ainda mais quando o tempo está contra nós.

Por isso, é muito importante que você faça um pequeno roteiro de sua fala e/ou treine bastante a sua apresentação marcando em um cronômetro.

Assim, você terá muito mais confiança na hora de apresentar e também evita ficar falando de forma prolixa*.

* prolixo: 1. Demasiadamente longo. 2. Que faz uso de palavras em excesso ao falar ou escrever. 3. Muito demorado em explicações simples. 4. Que se torna cansativo aos ouvintes.

Fonte: Michaelis online

Em um dos posts anteriores, eu também dei muitas dicas de como falar melhor em apresentações gerais, além de dicas de como usar ferramentas de engajamento com o público, caso sua apresentação favoreça tal tipo de interação.

  1. E uma dica final que eu dou em relação à apresentação é sempre conferir quais são os dispositivos que estarão disponíveis no local do evento.

Uma pequena lista que eu sugiro é:

5.1.1 – Projetor;

5.1.2 – Computador (se já existe no local ou é necessário levar o próprio);

5.1.2.1 – Se tiver que levar o seu computador, lembre-se de levar com você:

5.1.2.2 – Cabo VGA;

5.1.2.3 – Cabo HDMI;

5.1.2.4 – Computadores Apple: adaptador thunderbolt para VGA ou HDMI.

5.1.2.5 – Conferir que sua bateria está totalmente carregada;

5.1.2.6 – Se a sua bateria não aguenta o tempo de apresentação, leve um cabo de extensão por precaução para poder conectar a uma tomada;

5.1.2.7 – Leve também um benjamin (ou tomada T) de acordo com o tipo de tomada do seu carregador ou extensão (esse cuidado é extremamente necessário, se você for apresentar no exterior).

5.1.2.8 – Embora hoje em dia a maioria dos carregadores sejam bivolt, sempre confira a tensão da tomada (100 Volts – 220 Volts) por precaução.

5.1.3 – Caixa de som (caso você precise demonstrar alguma coisa em áudio);

Quanto ao arquivo, é sempre bom salvar em um formato que não desconfigure a sua apresentação como o pps ou pdf. Esse passo a passo eu mostro no vídeo que estará disponível a partir das 21h.

5.1.4 – Se tiver oportunidade, recomendo que você compre um controle remoto de apresentações. Ele é bem útil para que você se posicione no lugar mais adequado para falar melhor com o público e não depender de outra pessoa para passar os slides. Além disso, esses controles costumam vir também com uma luz de laser que ajuda a apontar itens na projeção, sem sair do lugar que você se posicionou.

Faltou falar sobre algum item a mais? Deixe aqui nos comentários para que eu possa complementar futuramente!

Publicado por

Luzia Kikuchi

Adora aprender sobre o funcionamento do cérebro para que possa entender certos tipos de comportamentos dos seres humanos e assim poder ajudar a si mesma e também a outras pessoas. Ver todos os posts de Luzia Kikuchi

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.